Comitiva se reúne com MP para discutir indenização às famílias atingidas por barragem

por guaranoticias

Atualizado às 08h14

O deputado Artagão Júnior acompanhou, nesta terça-feira (11), comitiva de Capitão Leônidas Marques em reunião no Ministério Público, para tratar da situação dos atingidos pela barragem da hidrelétrica do Baixo Iguaçu e que ainda não foram indenizados.

Estiveram presentes o prefeito Cláudio Quadri, o assessor jurídico Junior Prause, os vereadores Valcir Lucietto e Maxwell Scapini, além de Vicente Paulo da Silva e Vilmar Folchini, que tiveram propriedades atingidas pelas obras da usina.

Das quase 300 famílias atingidas, há ainda cerca de 50 que não foram indenizadas pelo consórcio formado pelo Grupo Neoenergia e Copel.  As famílias são de Capitão Leônidas Marques, Capanema, Realeza, Nova Prata do Iguaçu e Planalto.

“Já são praticamente sete anos deste impasse. As famílias estão sofrendo a espera de uma decisão. Precisamos da ajuda do Ministério Público”, disse o deputado Artagão Júnior ao procurador de Justiça Olympio de Sá Sotto Maior Neto, que é coordenador do centro operacional de proteção aos Direitos Humanos. A defensora pública Olenka Lins da Silva também participou da reunião.

De acordo com o assessor jurídico Junior Prause, o problema está se agravando em razão do tempo. “O consórcio ainda não respondeu e não deu atenção a essas famílias, não cumprindo o termo de acordo. Esta inércia trouxe problemas de ordem social para o nosso município e para os municípios do entorno”, enfatizou.

Visando uma providência rápida acerca do conflito, o deputado Artagão Júnior propôs uma nova reunião, que deverá ser realizada dentro dos próximos dias com os órgãos governamentais.

 

Assessoria de Imprensa

Deputado Estadual Artagão Júnior

Jornalista Victor Almeida

 

www.artagaojunior.com.br

Comentários