CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA O SARAMPO SEGUE ATÉ 30 DE JUNHO

por guaranoticias

Atualizado às 08h42

Em tempos de pandemia, a Prefeitura de Guarapuava, através da Secretaria de Saúde está intensificando a imunização dos guarapuavanos contra doenças vacináveis. Com mais de 50 mil doses disponíveis, a campanha de vacinação contra o sarampo segue até 30 de junho para o público entre 20 e 49 anos. “Independente de quantas doses a pessoa já tenha tomado, ela precisa tomar novamente. Em meio a pandemia, quanto mais as pessoas estiverem imunizadas e protegidas, melhor é a resposta do organismo. Já temos caso de sarampo no município e precisamos que as pessoas procurem a vacina para evitar a disseminação”, ressaltou a chefe do Departamento de Epidemiologia, Chayane Andrade.

 

Guarapuava teve o primeiro caso confirmado da doença em abril, cujo paciente já está recuperado e sem sequelas. Mas, vale destacar que este vírus é altamente contagioso e pode levar à morte. Segundo o Ministério da Saúde, a infecção pode ser transmitida pela tosse, fala, espirros ou respiração próxima de outras pessoas. “A única maneira de evitar o sarampo é pela vacina, por isso, a imunização é suma importância para erradicar a doença no Estado pelos próximos 20 anos”, acrescentou Chayane.

 

Para se imunizar, a população deve ir até a UBS (Unidade Básicas de Saúde) mais próxima da sua casa, de segunda a sexta-feira. No Cisgap, a exceção é apenas nas quintas, quando são aplicadas somente doses de BCG. É necessário apresentar carteirinha de vacinação, um documento com foto e cartão SUS (Sistema Único de Saúde).

 

A Secretaria de Saúde também disponibiliza informações no Fala Saúde. O aplicativo apresenta o histórico de vacinas do usuário, podendo enviar avisos e lembretes sobre vacinação e outras questões de saúde. Para utilizar, basta estar com o cadastro atualizado na UBS (Unidade Básica de Saúde).

 

 

Fonte  e foto: Prefeitura Municipal de Guarapuava – acesso 19/06/2020 – https://www.guarapuava.pr.gov.br/noticias/campanha-de-vacinacao-contra-o-sarampo-segue-ate-30-de-junho/

Comentários