Artagão fala em união de Guarapuava e região para alinhar propostas acerca do pedágio

por guaranoticias

Atualizado às 08h31

O deputado Artagão Júnior participou, nesta quinta-feira (18), da audiência pública na Câmara Municipal de Guarapuava para debater o novo modelo de pedágio proposto pelo Governo Federal para as rodovias paranaenses.

Organizada pela Frente Parlamentar sobre o Pedágio, da Assembleia Legislativa do Paraná, que avalia os atuais contratos e a nova proposta, as reuniões com lideranças regionais estão sendo feitas em todo o Paraná.

“Sabemos que quem define as regras desse jogo é o governo federal, mas é através de audiências como essa que é possível apresentar números e informações que muitas vezes não são de conhecimento público, podendo prejudicar a tomada de decisões”, disse o parlamentar ao usar a palavra.

Artagão criticou o atual modelo, com altas tarifas e sem o volume de obras previsto nos projetos iniciais da concessão.

“Há mais de 20 anos pagamos um preço abusivo. No início, existiam obras previstas, como as duplicações, mas houve interesse eleitoral e a tarifa foi reduzida em 50%. Pouco tempo depois uma decisão judicial foi favorável às empreiteiras, que retomaram os preços praticados e suspenderam obras. É um imbróglio jurídico que não termina. Confusão, corrupção, leniência, desconto, suspensão do desconto, enfim, é sempre a população pagando o preço”, ressaltou o parlamentar.

O deputado ainda alertou para a questão da BR-277. “O Governo do Estado está bancando a duplicação no perímetro urbano de Guarapuava. São R$ 77 milhões investidos. Haverá compensação, redução da tarifa?”, questionou.

Artagão finalizou dizendo que espera um alinhamento das demandas de Guarapuava e região. “Certamente teremos uma carta, fruto desta audiência, para entregarmos ao governador Ratinho Junior. E o que ele quer, é o que também nós queremos: tarifa baixa, transparência absoluta, obras que nos permitam ter tranquilidade e segurança para trafegar e produzir pelo nosso Paraná”.

Os atuais contratos de concessão dos 2.500 quilômetros do Anel de Integração se encerram em novembro e as novas licitações estão previstas para este ano. Ao todo, o Ministério da Infraestrutura planeja conceder 3.327 quilômetros de rodovias estaduais e federais divididos em seis lotes com 42 praças de pedágio, 15 praças a mais do que atualmente.

Acesse a matéria completa AQUI.

Com fotos de Dálie Felberg e Mirto Junior

Fonte: Site Deputado Artagão de Mattos Leão Junior em 19/02/2021 – http://www.artagaojunior.com.br/detalhe_noticia/artagao-fala-em-uniao-de-guarapuava-e-regiao-para-alinhar-propostas-acerca-do-pedagio-6451

Comentários