Turvense morre após ficar preso em máquina durante o trabalho

por guaranoticias

Atualizado às 14h45
Sergio Gevenka trabalhava em uma fábrica de tubos de concreto localizada na BR- 470, no bairro Margem Esquerda em Gaspar, no Vale do Itajaí, quando ficou preso em uma máquina de misturar cimento na tarde desta quarta-feira (5), informou o Corpo de Bombeiros. A vítima foi retirada inconsciente do equipamento, com fraturas nas pernas, suspeita de traumatismo crânio-encefálico e escoriações pelo corpo, e foi levada em estado grave ao hospital. 
 
O acidente de trabalho ocorreu por volta das 15h15, segundo os bombeiros. A equipe de socorristas do helicóptero Arcanjo, que também atendeu a ocorrência, Sergio começou a limpar a máquina quando o prédio estava sem energia elétrica. Mas, enquanto fazia o trabalho, a luz voltou e o equipamento foi acionado, atingindo o funcionário. 
Os bombeiros, com ajuda de trabalhadores da manutenção da empresa, desmontaram a máquina e socorreram a vítima. Em seguida, Sergio teve uma parada cardiorrespiratória, mas foi reanimado pela equipe médica do helicóptero Arcanjo 03. Depois, ele foi levado em estado grave para o Hospital Santa Isabel, em Blumenau, cidade na mesma região, onde foi internado, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu. 
Conforme informações repassadas ao Blog do Elói, Sergio Gevenka, de 55 anos, morou por vários anos em Turvo, onde mora seus familiares. Ele era casado e tinha um casal de filhos. 
O velório está acontecendo na cidade de Piên.
Fonte: Blog do Elói e G1 / SC – acesso 06/02/2020 – http://www.blogdoeloi.com.br/2020/02/turvense-morre-apos-sofrer-acidente-de.html

Comentários