PROCON DE GUARAPUAVA MULTA BANCO EM MAIS DE R$ 64 MIL POR FRAUDE 

por guaranoticias

Atualizado às 08h56
O Procon de Guarapuava vem recebendo diversas reclamações de consumidores sobre descontos em seus benefícios devido a empréstimos consignados não realizados. Apenas uma aposentada, que procurou o órgão, tinha três contratos de empréstimos consignados sendo descontados de seu benefício.

 

De acordo com Luana Esteche, coordenadora do Procon, durante o processo administrativo, foi constatada a divergência de documentos juntados pelo banco, pois mesmo a consumidora sendo analfabeta, muitos documentos contavam com a assinatura dela, além disso, uma das fotocópias do documento de identidade estava rasurada, com a inserção de assinatura falsa no espaço onde constava a inscrição “ANALFABETA”. “Foram constatadas práticas de fraude e possível falsidade ideológica nos documentos apresentados pelo banco, o qual explorou a vulnerabilidade da consumidora e obteve, de forma indevida, seus dados pessoais, com um agravante, realizando práticas de adulteração de documentos na formalização dos contratos”, explicou.

 

Em razão disso, o órgão aplicou multa de R$ 64.752,13 ao Banco Cetelem por ofensa aos direitos do consumidor, medida essa que visa inibir a prática de novas condutas fraudulentas. Como se trata de possível crime, o Procon expedirá ofício ao Ministério Público Estadual para apuração da conduta.

 

ORIENTAÇÕES

Para evitar esse golpe, os clientes podem utilizar o SiteMeu INSS e fazer o bloqueio para empréstimos consignados. Posteriormente, caso realmente necessite de empréstimo, o desbloqueio é feito no próprio site.

Os consumidores vítimas dessa fraude devem buscar o Procon para registrar as reclamações.

 

Foto: Paula Neves (ilustrativa)

Comentários