PREFEITURA DETERMINA FECHAMENTO OBRIGATÓRIO DO COMÉRCIO GUARAPUAVANO

por guaranoticias

Atualizado às 08h18

O prefeito Cesar Silvestri Filho assinou, na tarde deste sábado (21) o decreto municipal nº 7821, que estabelece novas medidas referentes as ações de enfrentamento ao coronavírus (Covid-19) no município. Conforme o texto, a partir de hoje todos os estabelecimentos comerciais não essenciais da cidade deverão permanecer fechados obrigatoriamente, por tempo indeterminado.

 

“Estamos tomando medidas progressivas para diminuir a circulação desnecessária de pessoas pela cidade. Percebemos que muitos ainda não compreenderam a importância de evitar sair de casa de forma desnecessária. Por isso, estamos determinando novas regras para preservar a integridade da saúde dos guarapuavanos. Não deixaremos de agir. Estamos monitorando hora a hora o quadro epidemiológico de nossa cidade, do Paraná e de todo o país. Peço tranquilidade e serenidade, vamos passar por isso juntos”, enfatizou o prefeito Cesar Silvestri Filho.

 

O texto determina ainda que, apenas estabelecimentos de serviços essenciais, como redes de supermercados, panificadoras, farmácias e estabelecimentos agropecuários devem continuar com atendimento ao público, respeitando o limite de aglomerações já definido em decretos anteriores, sendo o máximo de 10 pessoas por caixa/guichê de atendimento em supermercados e de 50 pessoas em outros estabelecimentos.

 

Bancos devem limitar-se a oferta de serviços de autoatendimento, mantendo a higienização permanente de todos os terminais.

 

BARES E RESTAURANTES

 

O funcionamento de bares, lanchonetes e restaurantes de Guarapuava tem novas determinações para atendimento. A partir de hoje (21), é permitido apenas a entrega de alimentos à domicílio (delivery) e retirada no balcão, observando as regras dos decretos anteriores para evitar aglomerações.

 

ISOLAMENTO PARA IDOSOS COM MAIS DE 70 ANOS

 

Outra medida tomada pela administração municipal é o isolamento obrigatório para pessoas com mais de 70 anos, a partir de hoje e por prazo indeterminado.

 

Comentários