Ex-Paraná e Coxa, meia Sandro conta rotina na Malásia após coronavírus

por guaranoticias

Atualizado às 13h52

O meia Sandro Mendonça, de 36 anos, tem uma longa história no futebol paranaense. Com passagens por Paraná Clube, Coritiba e Operário, o jogador atua hoje no Selangor, da Malásia, país em que vive com a esposa e os filhos há cinco anos. Após o surto do coronavírus, ele foi impedido de treinar com os companheiros de clube e segue isolado em casa, sem nem ao menos poder usar a academia do condomínio em que vive.

Sandro conversou com a Banda B e trouxe detalhes de sua rotina na Malásia. “Tem sido estranho, parece cena de filme. O clube nos liberou para ficar em casa e o governo proibiu as pessoas de sair na rua. Aqui, a situação estava normal até surgir um evento religioso que acabou disseminando a doença para muitas pessoas”, afirmou o jogador.

Quarentena

Como qualquer atleta, o meia brasileiro segue buscando manter a forma física, mesmo sem poder sair de casa.

“Eu estava treinando na academia do nosso condomínio, mas mesmo ela foi fechada devido ao surto. Hoje, treino em casa, vendo uns vídeos no Youtube, mas não é a mesma coisa. É o sacrifício que temos de fazer em momentos de dificuldade”, completou Sandro.

Histórico

O meia ficou conhecido no futebol paranaense após boas campanhas com o Paraná Clube, em 2005 e 2006, quando fez parte do elenco que conseguiu a inédita vaga para a Copa Libertadores, além de conquistar o Campeonato Paranaense, que o clube não vencia há nove anos. Sandro também jogou no Coritiba, em 2010, e no Operário de Ponta Grossa, em 2013.

“Tenho um carinho muito grande pelo futebol paranaense, em especial pelo Paraná Clube e por sua torcida. Juntos, conseguimos grandes conquistas”, revelou o jogador.

 

 

 

Fonte: Banda B – acesso 19/03/2020 – https://www.bandab.com.br/esporte/futebol/ex-parana-e-coxa-meia-sandro-conta-rotina-na-malasia-apos-coronavirus/

Foto: Reprodução/Facebook

Comentários