Curitiba deve confirmar 1º caso de Coronavírus do Paraná; OMS decreta pandemia

por guaranoticias

Atualizado às 08h37

O primeiro caso de coronavírus em Curitiba deve ser confirmado nos próximos dias. Nesta quarta-feira (11), foi confirmado que um homem de 54 anos, que chegou de áreas infectadas na Europa, teve seu exame para o Covid-19 positivo. A confirmação oficial depende apenas da contra-prova, no Lacen. Mas tanto a Secretaria Municipal de Saúde da Capital e a Secretaria de Estado da Saúde consideram o caso como provável. O Paraná tem ainda 48 casos suspeitos em investigação.

Nesta quarta, a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretou o estado de pandemia mundial da doença, que atingia 114 países, e tinha mais de 118 mil infectados e confirmadas mais de 4,2 mil mortes. Segundo o órgão, o número de pacientes infectados, de mortes e de países atingidos deve aumentar nos próximos dias.

O paciente de Curitiba retornou no dia 7 de março de uma viagem pela Espanha, Portugal e Holanda. Ele apresentou sintomas leves, com dor de garganta e febre, no último final de semana. Após o início dos sintomas, buscou um serviço de saúde privado, quando foi avaliado e recebeu recomendação de repouso e isolamento domiciliar.

A amostra do exame do paciente foi enviada para um laboratório particular e o resultado se mostrou positivo para o coronavírus. Uma contra-prova do exame foi encaminhada, ontem, para o Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen-PR), para validação do resultado.

A filha de 25 anos do paciente viajou junto com o pai. Ela apresentou sintomas respiratórios leves e febre, ainda durante a viagem, mas melhorou e passa bem desde antes de chegar ao Brasil.As amostras do exame dela também foram enviadas ao Lacen para análise.

“Todas as medidas de bloqueio estão sendo realizadas”, afirma a secretária municipal da Saúde de Curitiba, Márcia Huçulak. “Nossa rede municipal pública e a rede privada estão preparadas, aptas a identificar os casos suspeitos, notificar e indicar isolamento aos pacientes”, explica.

De acordo com a secretária, o município se preparou para a chegada do novo coronavírus. No site da SMS, há um rol de documentos técnicos e orientativos para os profissionais de saúde, população, empresas e escolas e demais espaços públicos.

Com o anúncio do provável primeiro caso no município, a SMS vai lançar mão ainda de uma nova medida. A criação de um Centro de Operações de Emergência (COE), com a participação de diversas secretarias muncipais que se preparam para enfrentar a doença.

Pico da doença deve vir entre o fim do mês e início de abril, estima Ministério

No Brasil, o Ministério da Saúde divulgou balanço que elevou para 52 os casos confirmados no País. Só em São Paulo são 30 casos, e 13 no Rio de Janeiro. O caso do Paraná ainda não é computado. Rio Grande do Sul e o Distrito Federal confirmaram o segundo caso, nesta quarta.

No começo da semana, o Ministério, reunido com hospitais referências no País, disse que estima um pico de casos entre o final de março e início de abril, e que ele pode durar até oito semanas. Por isso o Ministério trabalha para preparar a rede de saúde para uma demanda maior. Uma das medidas foi antecipar a campanha de vacinação contra a gripe para este mês.

O ministro Luiz Henrique Mandetta disse que a prioridade de atenção estão em pessoas idosas e aquelas mais debilitadas, as mais suscetíveis ao coronavírus, como aconteceu em outros países.

 

 

Fonte: Bem Paraná – acesso 12/03/2020 – https://www.bemparana.com.br/noticia/curitiba-deve-confirmar-1o-caso-do-pr-oms-decreta-pandemia#.Xmoei6NKi1s

(Foto: Franklin de Freitas)

Comentários