Covid-19: Equipes fiscalizam estabelecimentos e residências no fim de semana

por guaranoticias

Atualizado às 16h27

A equipe de fiscalização do município vistoriou 20 estabelecimentos no último fim de semana, dando continuidade a fiscalização sobre o cumprimento das medidas restritivas impostas ao comércio e aos moradores da cidade para evitar o aumento de casos de Covid-19. A operação é uma ação integrada por agentes de fiscalização geral e das áreas tributária, de meio ambiente, vigilância sanitária e da guarda patrimonial da prefeitura. Denúncias feitas por meio da Ouvidoria Municipal e de outros canais disponíveis à população tiveram prioridade no atendimento. “A maioria dos empresários entendeu a importância de adotar as medidas de proteção estabelecidas em decreto para preservar a saúde de todos e evitar que o vírus se dissemine mais rapidamente na cidade. Notamos que a cada fim de semana, as notificações estão diminuindo como reflexo dessa conscientização. Mesmo assim, continuamos verificando todas as denúncias recebidas”, explica a agente de fiscalização, Joeci Aparecida de Lima.

No sábado, o trabalho ocorreu durante a operação Combate II, em conjunto com as polícias Militar, Civil e Ambiental, Corpo de Bombeiros e Conselho Tutelar. “A operação visou o cumprimento das determinações estaduais e municipais relacionadas a Covid-19, além das questões de segurança pública, envolvendo cerca de 70 agentes e policiais, principalmente neste momento tão delicado que todos estamos passando”, afirmou o Comandante do 16º BPM, Major Cristiano Cubas.

As principais medidas observadas foram o uso obrigatório de máscaras, o distanciamento entre as mesas e aglomeração de pessoas, a disponibilização de álcool em gel e o respeito aos horários de funcionamento estabelecido para bares, restaurantes e lojas de conveniência nos finais de semana. No total, 3 estabelecimentos foram notificados, sendo fechados temporariamente até os donos regularizarem a situação. Entre eles, está uma lanchonete que funcionava após o horário permitido, além de dois funcionários estarem sem máscaras no momento da abordagem. Um morador da Vila Carli também foi notificado por receber em sua casa um grupo de dez pessoas. Outra denúncia verificada foi em uma igreja, cujo pastor responsável será notificado por desrespeito às regras de distanciamento e medidas de prevenção. “Não podemos relaxar, o número de casos aumentou nas últimas semanas e o cumprimento das regras pode desacelerar a contaminação. As igrejas também estão nesse processo. Cabe ressaltar que cada um de nós tem responsabilidade para não ser um vetor e contaminar outras pessoas, além de tudo poder sofrer penalidades com multas a partir de 5 mil reais”, afirma o diretor de arrecadação e fiscalização, Adão Monteiro.

Multas
Estabelecimentos comerciais (essenciais e não essenciais) que não cumprirem as medidas de segurança poderão ser punidos com orientação, depois com multa de R$ 5 mil e até cassação de alvará de funcionamento, em caso de reincidência. Em residências ou locais particulares, a penalidade de multa de R$ 5 mil será para proprietários ou responsáveis onde esteja ocorrendo eventos que resultem em aglomeração de pessoas.
Denúncias
Para efetuar denúncias, o morador contactar a Ouvidoria, de segunda a domingo, das 8h às 22h, com atendimento via telefone 156 e por meio do sistema online da Ouvidoria disponível para denúncias (clique aqui para acessar).

Após às 22h, a população pode contar com o aplicativo 190 PR, da Polícia Militar, que também atua em fiscalizações de aglomeração e cumprimento das medidas locais.

 

Fonte e foto: Prefeitura Municipal de Guarapuava – acesso 13/07/2020

https://www.guarapuava.pr.gov.br/noticias/covid-19-equipes-fiscalizam-estabelecimentos-e-residencias-no-fim-de-semana/

Comentários