Caso Daniel: defesa de Edison Brittes pede à Justiça para que ele deixe a prisão

por guaranoticias

Atualizado às 12h27

A defesa de Edison Brittes Junior, assassino confesso do jogador Daniel Correia Freitas, pediu à Justiça para que ele deixe a prisão. O pedido foi protocolado nessa segunda-feira. A defesa afirma que ele não oferece risco ao andamento do processo e pede para que o cliente passe a usar tornozeleira eletrônica.
Edison Brittes está preso preventivamente desde novembro de 2018, acusado por homicídio triplamente qualificado, ocultação de cadáver, fraude processual, corrupção de adolescente e coações no curso do processo.
O jogador Daniel foi encontrado morto, em 27 de outubro do ano passado, na Colônia Mergulhão, área rural de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

 

Fonte: AERP Paraná – acesso 03/12/19 – https://aerp.org.br/redeaerp/caso-daniel-defesa-de-edison-brittes-pede-a-justica-para-que-ele-deixe-a-prisao/

Foto: Site Bol UOL – acesso 03/12/19 – https://www.bol.uol.com.br/esporte/2019/12/03/caso-daniel-defesa-pede-liberdade-de-brittes-com-uso-de-tornozeleira.htm

Comentários