16º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR: Ocorrências de Segunda para Terça-Feira

por guaranoticias

Atualizado às 10h07

 

OCORRÊNCIAS COM ENCAMINHAMENTO:

01 – HOMICÍDIO QUALIFICADO NA FORMA TENTADA/PORTE ILEGAL DE ARMA DE FOGO.

Por volta das 12h40min do dia 13 de abril de 2020, compareceu no COPOM do 16ºBPM um senhor de 64 anos, com um ferimento no pescoço ocasionado por disparo de arma de fogo. De imediato foi acionado a equipe do SAMU para prestar socorro à vítima e colhidas informações acerca do autor dos fatos. Deslocado até a Rua. XV de Novembro, bairro Morro Alto, uma equipe do Pelotão de Choque do 16ºBPM e a equipe do oficial CPU, aonde a equipe PPChoque visualizou um indivíduo em atitude suspeita correr para os fundos de uma residência, pulando muros e adentrando ao matagal, ato acompanhado por estes policiais, que em seu encalço, adentraram ao matagal, e de imediato o CPU solicitou apoio das demais equipes e organizou o cerco da região de mata, com uso de sirene e giroflex. Após buscas sem êxito na região de mata a equipe choque juntamente com a equipe do CPU retornou à residência, em busca da arma do crime. A equipe choque adentrou a residência e realizou buscas, enquanto a equipe do CPU realizava buscas no terreno, logrando êxito na localização de 1 (uma) Garrucha cal.22 sem marca aparente, carregada com 1 munição cal.22 intacta e com mais 5 munições intactas em um pote, escondida em um matagal, dentro do pátio da residência. Em ato contínuo foi acionado a equipe operações com cães do 16º BPM, para realizar buscas pelo possível autor de 18 anos. A equipe do Oficial CPU entrou em contato com a mãe do suspeito, a qual confirmou que a arma de fogo seria do seu filho e que teria dispensado no terreno da residência ao visualizar as equipes policiais. A vítima de 64 anos, após receber alta médica, compareceu no 16BPM, e informou que o disparo atingiu seu pescoço e transfixou, afirmando que foi alvejado pelo seu neto além disso, o autor apontou a arma para sua mãe, antes de disparar contra o avô. Ainda, durante as buscas, a equipe CPU recebeu informações de que o autor teria retornado a residência, onde teriam ocorrido os disparos. A equipe deslocou até as proximidades da casa e progrediu a pé pelos fundos da residência, ao adentrar ao pátio visualizou o indivíduo com as características do autor, realizou a abordagem do indivíduo, o qual confessou ter disparado contra seu avô, e ser proprietário da referida arma de fogo e tê-la utilizado para tal. Diante dos fatos foi conduzido até a 14ª SDP, para os procedimentos cabíveis.

02 – CUMPRIMENTO DE MANDADO JUDICIAL.

Por volta das 17h30min do dia 13 de abril de 2020, uma equipe do PPChoque durante patrulhamento pela Rua dos Eletricistas, Morro Alto, avistou um grupo de indivíduos em frente uma residência, e ao perceberem a aproximação da equipe, um deles tentou evadir-se. Feito acompanhamento a pé logrado êxito na abordagem a pessoa do indivíduo de 32 anos, que na consulta via sistema constatou-se um Mandado de Prisão em seu desfavor. Diante dos fatos o indivíduo foi conduzido Deivid até a 14ª SDP.

03 ESTELIONATO.

Por volta das 17h40min do dia 13 de abril de 2020, compareceu na sede do 16º BPM, um senhor de 37 ANOS, o qual relatou que recebeu uma ligação deum site de vendas pela internet, informando que sua compra foi cancelada, porém a vítima informou que não havia realizado

nenhuma compra no site, e que ainda a atendente repassou o final de um cartão de crédito, porém a vítima não possuía tal cartão, percebendo nesse momento que pessoas teriam utilizado de seus dados pessoais para fazer cartões de crédito e efetuar compras. A vítima acessou o site e localizou o endereço de onde estavam sendo entregues as mercadorias. Ato contínuo a vítima acionou a viatura via 190, e deslocado até a Rua Iolanda Moriler Stefanes, bairro Primavera. No local a equipe fez contato com um jovem de 21 anos, cujo nome estava nos pedidos e também nas guias de recebidos pela transportadora, porém nas guias o jovem fez sua própria assinatura, e ainda colocou no campo do R.G um número falso, segundo o indivíduo de 21 anos, ele teria feito a compra para outra pessoa, porém, disse não saber onde essa pessoa mora e que teria recebido uma jaqueta, a qual foi comprada pelo site. A vítima relatou que o pedido da jaqueta seria justamente o qual havia ocorrido o problema no site, e que ainda haviam outro cartão o qual foi utilizado na compra de três camisas pelo site e entregue naquele endereço. Diante dos fatos as partes foram encaminhadas para 14ª SDP, para as providencias cabíveis.

04 CUMPRIMENTO DE MANDADO JUDICIAL.

Por volta das 21h30min do dia 13 de abril de 2020, a equipe foi acionada para verificar uma ocorrência do tipo violência doméstica, na Rua Cônego Braga, bairro Batel, aonde a solicitante de 44 anos relatou que foi agredida por seu marido de 39 anos, que o mesmo chegou na residência e começaram uma discussão conjugal quando em determinado momento seu marido a empurrou no chão e pegou uma faca da cozinha, e ameaçando-a de morte caso ela chamasse a polícia. Ainda segundo a vítima, nesse instante ela tentou retirar a faca da mão do marido momento em que a faca quebrou e ela sofreu uma pequena lesão nas mãos. Na residência também relatou a filha da vítima, que visualizou a discussão entre sua mãe e seu padrasto, que tentou afastá-los, porém também foi empurrada, mas não sofreu nenhuma lesão. A equipe realizou consulta via sistema operacional, e constatou que o autor possui um Mandado de Prisão em seu desfavor, expedido pela 1ª Vara Criminal de União da Vitória, pela prática do artigo 213 do código penal – estupro ou atentado violento ao pudor com resultado de lesão. A vítima recusou atendimento médico, considerando o ferimento muito pequeno. A filha relatou que não tinha interesse em acompanhar a equipe pois precisava permanecer na residência cuidando de seus dois irmãos de 04 anos e 06 anos de idade. Diante dos fatos foi dada voz de prisão ao indivíduo, dado fiel cumprimento ao mandado de prisão citado, orientado quanto aos seus direitos constitucionais e conduzido até a 14ª SDP. A faca foi apreendia e entregue na 14ª SDP. A vítima acompanhou os procedimentos de polícia judiciária, na DP.

05 – LESÃO CORPORAL/VIOLÊNCIA DOMÉSTICA.

Por volta das 23h04min do dia 13 de abril de 2020, uma equipe policial deslocou até a Rua dos Cadastradores, Morro Alto. No local relatou a solicitante de 46 anos, que é mãe de um indivíduo de 26 anos, e que por várias vezes sofre agressão verbal e física pelo seu filho. E o mesmo chegou em casa por volta das 21h30, esse começou a agredi-la com palavrões e chegou a jogar um copo de café no corpo da solicitante. Relatou a solicitante que o seu filho é usuário de drogas e quem sempre teve um comportamento agressivo. Diante do interesse da vítima em representar, o agressor foi encaminhado a 14ª SDP, para os procedimentos cabíveis.

06 – PORTE, POSSE DE ARMA DE FOGO C/ SINAL ADULTERADO, SUPRIMIDO.

Por volta das 00h55min do dia 14 de abril de 2020, a equipe do PPChoque recebeu uma denúncia anônima de que um indivíduo de 27 anos, seria faccionado ao PCC,e estaria na Avenida das Profissões, Residencial 2000. Foi informado ainda que o indivíduo seria um dos autores do roubo ocorrido em uma ótica no município de Bituruna. De posse das informações a equipe constatou que havia um mandado de prisão em desfavor do denunciado, pelo crime previsto no ART. 157 do CPP, expedido pela comarca de Ponta Grossa. A equipe se deslocou até a residência alvo da denúncia, sendo que ao se aproximar, visualizaram um indivíduo com as características do

denunciado na porta da residência, que ao notar a presença policial, entrou na residência portando uma arma de fogo. Ato imediatamente acompanhado pela equipe que a todo momento verbalizava com o indivíduo, porém ao acessar um dos cômodos da casa, o autor se voltou para a equipe e apontou uma arma de fogo para os policiais militares, que diante da iminente injusta agressão, e visando resguardar a sua própria integridade física, sem ter outra alternativa efetuaram disparos de arma de fogo. Após cessada a injusta agressão foi imediatamente acionado via COPOM o socorro médico. Tendo em vista que o indivíduo ainda apresentava sinais vitais, foi afastada a arma de fogo de sua posse e realizado o isolamento do local. Com a chegada da ambulância do SAMU, a médica constatou o óbito do indivíduo. Foram acionados no local a Policia Civil, o Instituto de Criminalística, e o IML, para o qual foi liberado o corpo do indivíduo. Foi apreendido 01 (um) revólver cal. 32, com numeração suprimida, municiado com 6 (seis) munições de mesmo calibre, o qual ficou em poder do investigador. Compareceu no local a Oficial CPU e a equipe do serviço de inteligência do 16º BPM. Encerrados os procedimentos no local, foi deslocado até a sede do 16º BPM para a lavratura da documentação pertinente ao fato. As armas utilizadas pela equipe foram apreendidas e encontram-se a disposição da justiça no almoxarifado do 16º BPM.

OCORRÊNCIAS SEM ENCAMINHAMENTO:

01- FURTO SIMPLES.

No dia 13 abr. 2020 às 08h50min, o solicitante de 27 anos relatou a equipe policial, que sua motocicleta YAMAHA/YBR 125K, placas APT-3H10, foi furtada na Rua Luis Cavalcante Silva, Bonsucesso, que estava em frente a residência de sua namorada, e o sair percebeu que haviam furtado. Uma vizinha relatou que, avistou um casal pegando a referida motocicleta, e o masculino saiu empurrando essa motocicleta em direção oposta da feminina. A equipe fez patrulhamento, mas sem êxito. Foi orientado quanto aos procedimentos.

02 – APOIO A OUTROS ÓRGÃOS.

No dia 13 abr. 2020 às 13h30min, o chefe da divisão de fiscalização do Procon, constatou que na Rua capitão Rocha, Centro, em uma loja de móveis, haviam clientes no interior do estabelecimento em desacordo com o decreto 7842/2020. Diante do exposto o agente de fiscalização elaborou o auto de constatação e, em contato com o responsável da respectiva loja, explanou a situação e as atividades foram encerradas. Os responsáveis foram orientados, conforme a regulamentação vigente.

03 – ESTELIONATO.

No dia 13 abr. 2020 às 16h30min, compareceu na sede do 16ºBPM um senhor de 59 anos relatou, teve seu número de celular clonado e recebeu ligações de outro estado, onde a pessoa solicitava um código de verificação, para que ele pudesse validar o anúncio feito em um site de vendas, aonde segundo ele, teria anunciado a venda de um caminhão, porém não necessitava de código e que foi através desse anúncio que foi acessado o número de celular e clonado em seguida. Ato contínuo o seu número no aplicativo whatsapp foi bloqueado e estariam pedindo dinheiro através do número do solicitante. Diante dos fatos, a vítima foi orientada quanto aos procedimentos cabíveis.

05 – FURTO QUALIFICADO.

Por volta das 17h do dia 13 de abril de 2020, uma equipe policial militar deslocou até a Avenida Sebastião de Camargo Ribas, bairro Bonsucesso, onde houve um furto na Secretaria de Finanças do Município. Em entrado em contato com o Diretor do Departamento, este relatou que um auxiliar administrativo chegou no local de trabalho por volta das 12h30min, e percebeu que a porta estava arrombada, a qual dá acesso a Secretaria de Agricultura do Município. Constatado

o fato e verificado a falta de alguns objetos, entre eles:( 150 unidades de Notas Fiscais de produtores rurais, 06 cabos USB, 01 estabilizador na cor preta). Segundo o diretor do departamento, o alarme estava acionado durante todo o final de semana, mas não houve disparo do alarme. O solicitante foi orientado quanto aos procedimentos cabíveis.

OCORRÊNCIAS DE TRÂNSITO:

Nada a constar

OCORRÊNCIAS EM OUTROS MUNICÍPIOS OU LOCALIDADES:

01 – FURTO QUALIFICADO EM SANTA MARIA DO OESTE.

No dia 13 abr. 2020 às 11h.40min, compareceu no destacamento de Polícia Militar de Santa Maria do Oeste, um homem de 27 anos, o qual relatou que seu vizinho de 21 anos, informou que via a cerca de arame da propriedade de sua propriedade danificada e percebeu a falta de aproximadamente cinco cabeças de gado. Diante da solicitação os dois deslocaram até o sítio, aonde constataram o dano e o furto de seis cabeças de gado (Simental/ Holandês/ Tabapuã/ Charolês), o gado furtado possui uma marca “S” para possível identificação dos mesmos. Após apurado os fatos, foi efetuado patrulhamento, porém sem êxito em localizar os autores e sem mais informações sobre o ocorrido. O solicitante ainda informou a equipe que o furto possivelmente teria ocorrido entre a noite de sexta-feira, dia 10 de abril de 2020, até a manhã de segunda feira, 13 de abril de 2020, uma vez que, nessas datas ele e o vizinho, que é responsável por tratar o gado, não foram até o sítio. Diante do fato o solicitante foi orientado quanto aos procedimentos legais a serem adotados.

02 – DANO EM RESERVA DO IGUAÇÚ.

Por volta das 20h do dia 13 abr. 20, uma equipe policial a equipe de Foz do Jordão foi acionada pelo COPOM do 16º BPM, para averiguar uma situação furto a propriedade rural na localidade de Reserva do Iguaçu – Linha Terra Nova, no local o caseiro de uma fazenda, relatou que por volta das 18:00hs, saiu da residência com sua mulher e uma criança de colo, sendo que seu filho mais velho de 12 anos, ficou na casa do seu vizinho, e esse visualizou momentos depois que a sua residência estava com as luzes acesas e foi em direção da mesma, então visualizou uma pessoa saindo pela janela da cozinha e correndo para um matagal, sendo que ligou para seu pai, o qual a polícia militar. Foi constatado que a janela foi arrombada e no quarto do casal foi revirado o guarda-roupas e algumas gavetas, mas não foi subtraído nenhum pertence do solicitante. A equipe então realizou patrulhamento pelo interior da fazenda e arredores, porém nenhum suspeito foi localizado, sendo então orientado o solicitante quanto aos procedimentos.

03 – POSSE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO DE USO PERMITIDO EM RESERVA DO IGUAÇÚ.

Por volta das 16h05min, do dia 13 abr. 20, compareceu no Destacamento Policial Militar uma senhora de 65 anos, relatando que o terreno de sua filha havia sido invadido anteriormente, e foi desocupado em 17 de fevereiro de 2020. Relatou ainda que nesse fim de semana foi invadido novamente por uma mulher a qual montou um barraco com ajuda da pessoa de seu ex-esposo de 65 anos. A solicitante pediu a equipe para que a acompanhasse até o local para conversar e solicitar amigavelmente que se retirassem do local. Que de posse de informações através de ligação anônima de que o indivíduo teria em sua posse, armas de fogo escondidas no local. A equipe fez buscas em um barraco abandonado nos fundos do terreno, onde segundo a invasora, estariam apenas entulhos, foram encontradas 3 (três) armas de fogo tipo carabinas, sem marca aparente, embaixo de uma cama. A equipe indagou de quem seriam as armas de fogo, o homem disse ser o proprietário. Diante da situação foi dada voz de prisão em flagrante delito ao mesmo e encaminhado à 14ª SDP/Pinhão para os procedimentos cabíveis.

04 – LESÃO CORPORAL DE NATUREZA GRAVE – TENTATIVA DE HOMICÍDIO EM PRUDENTÓPOLIS.

Por volta das 22h40min do dia 13 abr. 20, a equipe foi acionada via COPOM para deslocar até Rua princesa Isabel, Vila da Luz, onde haveriam pessoas atingidas por disparos de arma de fogo, no local em contato com uma senhora, essa relatou que seu filho de 23 anos e um vizinho, o menor de 16 anos, estavam em frente da referida residência quando uma motocicleta com 2 (dois) ocupantes passou em via pública efetuando vários disparos de arma de fogo contra o menor, o qual foi atingido e socorrido por familiares que o conduziram por meios próprios até o hospital santa casa. Um dos disparos atravessou a parede da residência e veio a atingir sua filha de 13 anos, a qual se encontrava no local com um ferimento no braço esquerdo. Acionada a equipe do corpo de bombeiros, que a conduziu para atendimento médico. Ninguém dos presentes soube repassar qualquer informação sobre a autoria do fato, nem o modelo ou cor da motocicleta utilizada ou quais os trajes usados pelos autores. A equipe realizou buscas, e deslocou até o hospital Santa Casa, onde estava foi atendido o menor, e foi informada pela equipe médica que o mesmo foi atingido por vários disparos e se encontrava em estado grave.

05 – POSSE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO, ACESSÓRIO OU MUNIÇÃO DE USO PERMITIDO NO DISTRITO DO GUARÁ.

Por volta das 16h30min, do dia 13 abr. 20, compareceu no Subdpm do Guara uma jovem de 20 anos, a qual relatou que comprou uma propriedade na localidade da igreja do navio, sendo que a mesma possui a escritura e registro do imóvel em cartório, e que saiu da propriedade na noite anterior e que ao retornar pela manhã, verificou que haviam algumas pessoas em sua residência, e que ao indagar o que os mesmos estariam fazendo em sua propriedade, estes informaram que seriam donos e que estariam tomando posse. A mesma verificou também que estes indivíduos fizeram menção de pegar algo na cintura e a ameaçou. Diante dos fatos a mesma solicitou apoio da equipe policial, e com apoio da equipe do Distrito da Palmeirinha, foram abordados dois masculinos, os quais foram revistados e indagados sobre a propriedade, sendo que um indivíduo de 20 anos, informou que a propriedade seria sua, porém, não possuía documentos que comprovassem, relatou que conseguiria os documentos posteriormente através do INCRA. Diante dos fatos a equipe orientou as partes quanto aos procedimentos, sendo que o indivíduo se comprometeu a sair da propriedade e posteriormente procurar meios judiciais, o mesmo retirou seus pertences e se retirou da propriedade haja vista que naquele momento a solicitante não teve interesse em representação. Posteriormente a equipe localizou próximo aos abordados uma sacola contendo materiais de recarga para cartuchos de espingarda, sendo assim indagado o outro indivíduo que ali ainda permanecia, este informou que o material não seria seu, que provavelmente seria da pessoa do outro indivíduo com 20 anos. Diante dos fatos a equipe deu voz de prisão ao mesmo, encaminhado até a 14ª SDP para verificar as medidas cabíveis haja vista que a solicitante posteriormente teve interesse na representação.

06 – ROUBO NO DISTRITO DO GUARÁ.

Por volta das 6h30min, do dia 13 abr. 20, a equipe deslocou até a Estrada Rural do Papuã, Distrito do Guará, juntamente com um senhor de 31 anos, o qual relatou que a propriedade aonde trabalha foi furtada, aonde estavam presentes dois masculinos que também trabalham na propriedade, os quais informaram que chegou em na residência 3 (três) homens em um veículo FIAT/FIORINO, NA COR BRANCA, com capota na caçamba, sendo um sem capuz portando em uma das mãos um revólver e na outra mão uma pistola, e outros dois encapuzados sendo que um deles estava portando uma espingarda. Os suspeitos lhe deram voz de assalto falando para abaixar a cabeça e não olhar no rosto deles e para não fazer nada pois estavam em sete ladrões e pediram as chaves dos tratores da fazenda, porém foi informado que as chaves da residência estariam com outro funcionário que retornaria no dia seguinte à propriedade. Sendo assim, um dos assaltantes ficou na residência com um refém e os outros foram até a fazenda, onde arrombaram a casa e roubaram algumas ferramentas de trabalho e ainda subtraíram 1 (um) freezer. Todavia, não conseguiram roubar os tratores, pois não conseguiram liga-los. Também relatou uma das vítimas que enquanto estava de refém uma viatura da ROTAM e uma viatura da equipe do Guará passou por frente da sua residência, porém as equipes policiais foram averiguar uma outra situação no seu vizinho, onde o autor que estava lhe fazendo de refém perguntou se

ele tinha chamado a polícia, e ele respondeu que não. Sendo que logo após as viaturas passarem os assaltantes foram embora. Indagada a vítima se tentou entrar em contato com a polícia, o mesmo respondeu que não. Relatou que levaram seu celular, perguntado para o mesmo se tinha interesse em bloquear o seu celular, o mesmo respondeu que por enquanto não, pois não tinha certeza se eles realmente tinham levado seu celular, que iria dar mais uma procurada em sua residência. Posteriormente o solicitante conseguiu informações que foi contratado uma prancha do município de Maringá-PR para carregar os tratores, informando o nome e o telefone do proprietário da prancha, sendo assim, a equipe entrou em contato com o mesmo, o qual relatou que quem lhe contratou foi um homem e informou os telefones do mesmo, o qual estava em um corsa da cor preto, o proprietário da prancha se prontificou em posteriormente, enviar vídeos da filmagem da empresa com imagens do dia que o indivíduo esteve lá, para auxiliar nas investigações no intuito de identificá-lo. Sendo assim, foram orientadas as vítimas quanto aos procedimentos legais cabíveis.

SETOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – ALM

Comentários