16º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR: Ocorrências de Segunda para Terça-feira

por guaranoticias

Atualizado às 08h07

OCORRÊNCIA COM ENCAMINHAMENTO:

01 – VIOLÊNCIA DOMÉSTICA.

Por volta das 13h40min do dia 11 de maio de 2020, na Rua Lincoln Prestes, Boqueirão, a solicitante de 43 anos relatou que seu esposo de 45 anos chegou na residência alcoolizado e passou a quebrar os móveis e louças na residência, e passou a ameaça-la. Com a chegada da equipe no local o homem se encontrava na residência e se dirigiu até o portão conversar com a equipe policial, porém no momento em que a vítima relatou o ocorrido, o homem tentou se evadir da equipe. Dada voz de abordagem em uma residência em construção e diante do interesse na representação por parte da vítima, o mesmo foi encaminhado o mesmo até a 14 SDP.

02 – LESÃO CORPORAL.

No dia 11 de maio de 2020, às 21h00min, uma equipe da Rádio Patrulha, deslocou até a Rua Joaquim Manoel de Souza, bairro Cascavel, onde uma criança identificada com 05 anos de idade, teria sido agredida pelo seu tio de 36 anos, segundo relato do pai da criança, seu filho encontrava-se na casa da avó materna, onde também reside o tio, e que este teria se irritado com o menino e o agredido com um tapa, vindo a causar hematomas na face, que ao questionar a avó, esta negou a agressão, e disse que o menino caiu de uma árvore. A equipe foi até o local do fato e conversou com os envolvidos, e a avó relatou que o filho (suposto agressor) é portador de doença mental crônica, que não responde por seus atos, perguntado se haveria laudo que comprovasse tal condição, esta disse que sim, porém não apresentou o documento, sendo assim a equipe conduziu as partes até a 14ª SDP para os procedimentos legais cabíveis. Durante a confecção do boletim de ocorrência familiares do tio da criança, foram até a delegacia e apresentaram um prontuário de atendimento médico, expedido por um psiquiatra, o qual diagnosticou o homem como portador de esquizofrenia. O caso foi apresentado ao Delegado de plantão, que definiu o procedimento com a lavratura de termo circunstanciado.

03 – ADQUIRIR, VENDER, FORNECER E OU PRODUZIR DROGAS.

No dia 11 de maio de 2020, às 21h20min, uma equipe Rotam em patrulhamento pela Rua Palmira Rocha, Boqueirão, visualizou um indivíduo de bicicleta, que ao avistar a equipe apresentou nervosismo e alterando bruscamente o sentido em que estava. Realizada abordagem, constatou-se que se tratava de um homem de 28 anos, e durante busca pessoal foi localizado no bolso da blusa de moletom, um tablete de substância análoga a maconha pesando 309,2 gr. (trezentas e nove gramas e duzentas miligramas). Questionado sobre a origem da droga, esta afirmou que um indivíduo de 23 anos, combinou a quantia a ser paga pela droga via aplicativo “whatsapp”, para que entregasse a droga a um veículo nas proximidades de onde foi abordado. Em diálogo com o indivíduo de 23 anos, este indicou a localização de sua residência, onde foi feita busca e encontrada uma munição intacta de cal.12 Gauge, e dinheiro em diversas notas trocadas. Dada voz de prisão aos abordados, os quais foram conduzidos até a 14ª SDP, para confecção de boletim de ocorrência e realização dos procedimentos cabíveis. As partes foram orientadas quanto medidas pertinentes.

OCORRÊNCIA SEM ENCAMINHAMENTO:

01 – ROUBO.

Por volta das 12h05min do dia 11 de maio de 2020, na Rua Moscou, Santana, a solicitante relatou que estava se deslocando pela via, próximo a uma panificadora, para embarcar em um ônibus, quando uma pessoa do sexo masculino trajando calça e moletom de cor preta, deu voz de assalto portando uma faca, que acabou lesionando a vítima na mão esquerda e na barriga, levando certa quantia de dinheiro e seu documento de identidade. A vítima foi orientada quanto aos procedimentos cabíveis.

02 – ROUBO.

No dia 11 de maio de 2020, às 22h50min, uma equipe da Rádio Patrulha, deslocou até a Av. Manoel Ribas, Bonsucesso, para atender uma ocorrência de Roubo. No local o recepcionista de um hotel, de 38 anos, relatou que um indivíduo adentrou a recepção do hotel deu voz de Roubo exigindo seu celular e dinheiro do caixa. Durante todo o assalto o indivíduo segurava um objeto na cintura que aparentava ser uma arma de fogo. Foi subtraído uma quantia em dinheiro. O estabelecimento possui circuito de imagens e foi verificado que o indivíduo estava de máscara, boné vermelho, blusa cinza com capuz e manga preta com detalhes escrito “New York” e o indivíduo possui uma tatuagem na mão esquerda. O solicitante foi orientado.

OCORRÊNCIAS EM OUTROS MUNICÍPIOS OU LOCALIDADES:

01 – DROGAS PARA O CONSUMO PESSOAL EM RIO BONITO DO IGUAÇÚ.

Por volta das 16h22min do dia 11 de maio de 2020, A equipe realizava patrulhamento na rua Sete de Setembro, Centro, quando avistou alguns indivíduos em atitude suspeita na Praça da Prefeitura Municipal. Realizada a abordagem a três indivíduos e durante busca pessoal foi localizado com um adolescente de 14 anos adolescente, 0,8 gramas de substância análoga a maconha, com o indivíduo de 21 anos, encontrada 1,3 gramas de substancia análoga a maconha, e com o indivíduo de 19 anos, encontrada 9,4 gramas de substância análoga a maconha. Realizado contato com o Conselho Tutelar, porém sem êxito, feito contato com o pai do menor, o qual se prontificou a comparecer na delegacia de Laranjeiras do Sul. Os indivíduos foram encaminhados para a segunda subdivisão policial de Laranjeiras do Sul.

02 – DANO EM FOZ DO JORDÃO.

No dia 11 de maio de 20, às 20h15min, a equipe policial deslocou até a Rua Pedro Mendes de Abreu, Centro, onde o solicitante de 59 anos, informou que, desceu pescar com um amigo no local denominado paredão de pedras, próximo ao encontro do Rio Iguaçu com o Rio Jordão, e que por volta das 18h30min até as 19h, escutou latidos de cachorros na mata e gritos de pessoas atrás dos cães; disse que não se preocupou e permaneceram pescando por alguns minutos no local; Disse que por volta das 20h subiram para apanhar seu veículo a fim de ir pra casa e constatou que o vidro traseiro do automóvel MMC/Pajero estava com 12 perfurações provocadas supostamente por arma de fogo; disse que não escutou nenhum tiro na região, desconhece o autor e que não localizou nenhum projétil em seu veículo. O solicitante foi orientado.

03 – POSSE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO, ACESSÓRIO OU MUNIÇÃO – USO PERMITIDO EM PINHÃO.

No dia 11 de maio de 2020, às 14h00min, a equipe policial recebeu informações do serviço reservado de União da Vitoria, se tratando de uma denúncia de arma de fogo e ameaça na divisa entre o município do Pinhão com Cruz Machado. A denunciante relatou que seu ex-marido de 30 anos, estaria ameaçando a mesmo, e que já teria confeccionado boletim de ocorrência em data anterior, porém o homem não teria cessado com as ameaças de morte. Relatando ainda que temia pela sua vida, pois o ex-marido estaria de posse de três armas de fogo (um revólver, uma garrucha e uma espingarda) na propriedade rural que reside atualmente com seu pai de 70 anos. Diante das informações, a equipe deslocou até a propriedade na localidade do Bom Retiro, próximo ao Rio Turvo, sendo de imediato recebido pelo pai do autor, e indagado onde se encontrava seu filho, o qual informou de imediato que o filho teria fugido pra Santa Catarina, porque estaria encontrando problemas com a justiça. Foi solicitado para realizar busca domiciliar na propriedade a fim de verificar a veracidade da verão apresentada e também a fim de localizar as armas. Obtendo êxito na localização de um revólver cal. 38 special, capacidade para 6 tiros, marca Smith & Wesson, um revólver marca Taurus cal.32, 6 tiros, ambos municiados prontos para o uso (cada um com uma munição deflagrada e o revólver Taurus com 4 intactas) e uma garrucha cal.22, marca Rossi, municiada, uma espingarda marca Rossi, cal.32, uma de marca não aparente, cal.28 e outra de marca não aparente, cal. 32. Foi realizada a apreensão das armas de fogo, devidamente identificado o senhor de 70 anos, e devido sua idade elevada e as denúncias serem em desfavor de seu filho, o senhor não foi conduzido, apenas informado quanto aos procedimentos.

04 – POSSE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO, ACESSÓRIO OU MUNIÇÃO – USO PERMITIDO EM PINHÃO.

No dia 11 de maio de 2020, às 17h00min, compareceu no 4° pelotão um homem de 67 anos, o qual relatou que teria confeccionado um boletim de ocorrência em data anterior, que algumas pessoas estariam portando armas de fogo em sua propriedade, além de efetuarem furtos e ameaças contra o mesmo. Relatou ainda, que teriam sido visualizados um homem e uma mulher de 63 anos, ambos de posse de espingardas em seu terreno, e que esse casal seria conhecido na localidade, pois ambos já teriam respondido criminalmente por homicídio e eram acostumados a ameaçar a população local. Diante dos fatos, foi deslocado até a propriedade juntamente com a vitima, e em buscas foram localizados já na propriedade da mulher, ambos os denunciados. Foi dada voz de abordagem com as devidas seguranças, a mulher respondeu prontamente, que ela teria armamento, para se defender. Indagada sobre a documentação de tal arma, foi relatado que não seria registrada. Prosseguida a revista na residência, e localizada uma espingarda de marca Rossi, cal. 36 municiada pronta para o uso e 3 munições cal.36. Dada voz de prisão a mulher, informado seus direitos e conduzida até a delegacia do Pinhão para os procedimentos cabíveis. Realizada a apreensão da arma e das munições, e liberado o homem abordado no local, pois não apresentou nada de ilícito no momento da abordagem.

SETOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – ALM

Comentários