16º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR: Ocorrências de Quinta para Sexta-feira

por guaranoticias

Atualizado às 08h32

 

OCORRÊNCIA COM ENCAMINHAMENTO:

01 – CONDUZIR VEÍCULO AUTOMOTOR COM CAPACIDADE PSICOMOTORA ALTERADA EM RAZÃO DA INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL.

No dia 20 de fev. 2020, às 03h50min, a equipe policial realizava patrulhamento pela Rua Romeu karpinski, Dos Estados, quando veio a deparar-se com um veículo Vw Fox, transitando na contramão da referida via. Feito abordagem, sendo identificada a condutora de 34 anos. Durante a abordagem a equipe percebeu que a condutora apresentava sinais de embriaguez, com olhos avermelhados, hálito alcoólico e dificuldade na coordenação motora, sendo oferecido teste etilométrico a qual recusou-se. Diante do fato foi dada voz de prisão e conduzida até a delegacia para procedimentos, além de serem feitas as notificações pertinentes. O veículo que se encontrava devidamente licenciado sendo liberado no local para pessoa habilitada.

02 – CONDUZIR VEÍCULO AUTOMOTOR COM CAPACIDADE PSICOMOTORA ALTERADA EM RAZÃO DA INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL.

No dia 20 fev. 2020, às 04h10min, a equipe policial durante atendimento de ocorrência na Rua Salvatore Renna, Santa Cruz, visualizou o veículo Gm/corsa de cor prata, o qual estava transitando sentido Parque do Lago/ Unicentro em manobra de arrancada e deslizar de pneus, sendo que a equipe de pronto momento tentou realizar abordagem do veículo momento que o condutor, ao visualizar os policiais acelerou o veículo, arremessando o mesmo contra a equipe, momento este que os policiais realizaram disparo de arma de fogo na direção dos pneus para tentar cessar a injusta agressão. Após isto, o veículo continuou em alta velocidade adentrando a Rua Comendador Norberto na contramão direção sentido bairro Boqueirão. A equipe acompanhou o referido veículo, o qual transitava em alta velocidade colocando em risco as pessoas que transitavam nas vias, sendo que em determinado momento na PR-170 o condutor tentou, por diversas vezes, bater na viatura, sendo necessário realizar manobras evasivas para evitar as colisões. Diante disso, o policial militar, patrulheiro, realizou disparos de arma de fogo na direção dos pneus, logrando êxito em acertar ambos os pneus do lado do motorista. O condutor ainda tentou adentrar na BR-277 pela contramão da direção, quase ocasionando um acidente, porém após certo momento ficou impossibilitado a rodagem do veículo tendo em vista o cerco policial realizado pelas equipes policiais. Realizado então abordagem dos passageiros e identificado o condutor de 26 anos, e o passageiro de 23 anos, sendo que o condutor estava muito alterado e agressivo, e investiu contra as equipes policiais, sendo necessário uso de técnicas de imobilização e uso de algemas, o condutor começou a rolar na via, batendo a cabeça contra o asfalto e gritando “eu quero morrer! Me dê um tiro!”. O indivíduo apresentava lesão na região da cabeça, que segundo o mesmo teria ocorrido durante a perseguição quando este transpassou uma guia elevada em alta velocidade, o mesmo recusou atendimento médico. O passageiro não resistiu a abordagem, e acatou todas as ordens da equipe, apresentava apenas um sangramento na região do nariz, que segundo mesmo teria ocorrido dentro do veículo quando bateu o rosto contra o banco do passageiro, sendo que este solicitou atendimento médico, o qual ocorreu na UPA. O veículo Gm/corsa não possuía débitos e nem alerta de furto/roubo, porém foi recolhido ao pátio pelo condutor apresentar sinais psicomotores alterados e direção perigosa, sendo confeccionado os AIT pertinentes. Foi oferecido ao condutor o teste etilométrico, porém o mesmo se recusou, ambos os envolvidos foram encaminhados a 14ª SDP para os procedimentos necessários.

03 – ADQUIRIR, VENDER, FORNECER E OU PRODUZIR DROGAS.

No dia 20 de fev. 2020, às 19h15min, uma equipe da Rádio Patrulha, estava em patrulhamento pela Rua Flamboyant, São Cristóvão, quando avistou uma pessoa do sexo masculino em atitude suspeita, ao avistar a viatura tentou entrar na residência, sendo que neste momento a equipe abordou o indivíduo de 17 anos, e após buscas foram localizadas 63 (sessenta e três) pedras de substância análoga a crack no quarto do mesmo. Indagado sobre a precedência da droga, informou que seria dele e que comercializava há algum tempo. Diante dos fatos, foi entrado em contato com a genitora do adolescente, a qual acompanhou os procedimentos. Ambos foram encaminhados até a 14ª SDP para os devidos procedimentos. Obs.: Já na delegacia, em contato com o investigador, este informou que havia uma denúncia no 181 contra o adolescente, por tráfico de drogas.

04 – CONDUZIR VEÍCULO AUTOMOTOR COM CAPACIDADE PSICOMOTORA ALTERADA EM RAZÃO DA INFLUÊNCIA DE ÁLCOOL OU DE OUTRA SUBSTÂNCIA PSICOATIVA QUE DETERMINE DEPENDÊNCIA.

No dia 20 de fev. 2020, às 23h30min, uma equipe Rotam em patrulhamento pela Rua Elis Regina, , Boqueirão, visualizou o veículo vw/logus, de cor azul, o qual trafegava em zigue zague na via, dada voz de abordagem ao condutor, mediante sinais sonoros e luminosos, o qual não acatou a ordem empreendendo fuga em alta velocidade, somente vindo a parar o veículo na garagem da residência, onde desembarcaram o condutor de 26 anos, e a passageira de 23 anos, em visível estado de embriaguez, fala enrolada, desequilíbrio, olhos vermelhos, e exaltação, momento em que foi dada voz de abordagem ao casal, e o condutor veio a obedecer e colocar as mãos na cabeça, porém a passageira não acatou a ordem, e passou a desacatar os policiais militares, apontando o dedo indicador na cara do Tenente, momento em que o militar, deu voz de prisão a abordada, sendo necessário tentar conter a mesma, a qual passou a resistir a prisão com chutes e empurrões, sendo necessário o emprego de força física e técnicas de imobilização, para conter e imobilizá-la. Momento em que o condutor veio a correr em direção a casa, desobedecendo ordem de parada, sendo alcançado pelos policiais, e investiu contra um Soldado, com socos e chutes, sendo necessário o emprego de força física e uso progressivo da força. Foram encaminhados até o 16º BPM, onde foi realizado o teste etilométrico no condutor obtendo o resultado de 0,63 mg/l. Diante dos fatos foi dada voz de prisão e encaminhados até a 14ª SDP onde foram entregues, para procedimentos cabíveis. O veículo vw/logus, foi recolhido ao pátio do 16º BPM, para lavratura dos termos pertinentes.

OCORRÊNCIAS SEM ENCAMINHAMENTO:

01 – FURTO QUALIFICADO.

No dia 20 fev. 2020 às 09h20min, a equipe policial deslocou até a Rua Capitão Rocha, Centro, no local uma loja de roupas infantis, a solicitante relatou que ao abrir a loja pela manhã, notou que a porta estava danificada e do interior da loja teria sido subtraído um notebook e certa quantia em dinheiro. Realizado patrulhamento, porém sem êxito. Orientada quanto aos procedimentos.

02 – FURTO QUALIFICADO.

No dia 20 fev. 2020 às 09h20min, a equipe policial deslocou até a Rua Presidente Getúlio Vargas, Centro, no local em uma loja de perfumaria a solicitante relatou que, ao abrir a loja por volta das 09h00min, notou que a fechadura da porta estava danificada e do interior da loja havia sido subtraído certa quantia em dinheiro, realizado patrulhamento, porém sem êxito. Orientada quanto aos procedimentos.

03 – ROUBO.

No dia 20 fev. 2020, às 12h16min, a equipe policial deslocou até a Rua Professor Yank, esquina com a Rua Capitão Rocha, onde relatou a solicitante que estava transitando pela via, quando uma pessoa do sexo masculino em uma bicicleta pegou mediante força física, tomou seu celular e se evadiu. Relatou que o mesmo estava de tornozeleira. Foi realizado buscas na região, porém não foi localizado. Foi orientado a vítima quanto os procedimentos.

04 – DESAPARECIMENTO DE PESSOA.

No dia 20 de fev. 2020, às 20h30min, compareceu na OPM, uma senhora de 40 anos, a qual relatou que sua filha KAMILY SOAREZ SOAREZ, 13 anos, saiu de casa por volta das 12h00min, para ir ao colégio e não mais retornou, e que ainda tentou por várias vezes contato com Kamily e não atende as ligações da mãe. Relata ainda que Kamily teria falado a uma amiga que iria fugir de casa com a pessoa de Marcelo de 17 anos o qual é namorado de Kamily. Foi devidamente orientada quanto aos procedimentos.

05 – LESÃO CORPORAL.

No dia 21 de fev. 2020, às 04h05min, compareceu no 16º BPM, um jovem de 23 anos de idade, o qual relatou que se encontrava em uma danceteria, quando saia do local foi abordado por quatro homens, os quais sem qualquer motivo aparente começaram a agredi-lo fisicamente, momento em que a vítima conseguiu fugir e indo até o 16º Batalhão de Policia Militar. Das agressões resultaram em vários hematomas e inchaços na face, também não soube informar quem seriam os autores do fato. Foi orientado das providências cabíveis.

OCORRÊNCIAS EM OUTROS MUNICÍPIOS OU LOCALIDADES:

01 – LESÂO CORPORAL/VIOLÊNCIA DOMÉSTICA NA PALMEIRINHA.

No dia 21 de fev. 2020, à 01h00min, uma equipe da rádio patrulha, deslocou até a Rua Arlindo Ribeiro, Palmeirinha, onde relatou a solicitante de 22 anos, que seu ex-convivente de 19 anos, foi até sua residência começou a agredi-la com palavras de baixo calão. Também tentou agredi-la fisicamente com socos e empurrões, sendo que os parentes da solicitante tiveram que intervir para evitar mais agressões. Nesse momento o agressor tomou seu filho de 35 dias de seus braços e correu para a casa, privando a criança de amamentação por aproximadamente três horas. Disse também que iria matar a solicitante se alguém fosse atrás dele. A vítima já possui uma medida protetiva expedida pela 2ª vara criminal de Guarapuava, sendo que as medidas foram descumpridas pelo autor. Diante disso foi dada voz de prisão ao autor e conduzido juntamente com a vítima até a 14ªSDP para os procedimentos cabíveis.

02 – FURTO QUALIFICADO EM PINHÃO.

No dia 21 de fev. 2020, às 01h25min, equipe policial foi solicitada por uma senhora de 34 anos, a qual relatou que um amigo da mesma, visualizou dois indivíduos de capuz empurrando seu carro vw/gol 1000 de cor branca, na rua lateral de sua casa. Onde ao desconfiar de tal situação, entrou em contato com a solicitante e com a polícia militar informando tal fato. Deslocado até o endereço repassado, sendo realizado patrulhamento nas proximidades, e no sentido do bairro onde o carro estaria sendo empurrado, não sendo logrado êxito. A proprietária relata ainda, que lembra que o veículo tem placa de Ivaiporã-PR, porém não recordava a placa no momento e que o veículo não estava em seu nome. Sendo orientada a deslocar em um segundo momento até a polícia, para complementar o boletim de ocorrência assim que possível.

Comentários