16º BATALHÃO DE POLÍCIA MILITAR: Ocorrências de Domingo para Segunda-feira

por guaranoticias

Atualizado às 10h29

 

 

 

OCORRÊNCIAS COM ENCAMINHAMENTO:

01 – VIOLENCIA DOMESTICA / CARCERE PRIVADO

Por volta das 11h do dia 26 de abril de 2020, a equipe recebeu chamado via Copom que de uma senhora de 71 anos, a qual estava sendo ameaçada de morte de seu marido na Rua João Paulo I, Morro alto. No local o neto de 23 anos, relatou que foi até a casa de sua avó e a encontrou trancada em casa. Sua avó comentou que sofre constantemente ameaça de morte do marido de 57 anos, e que o mesmo saiu por volta das onze horas e a deixou trancada em casa, que só conseguiu sair, devido seu neto ter ido visitá-la, por volta das treze horas da tarde. A senhora relata ainda que o esposo já foi preso pela “Lei maria da penha”. Dada voz de prisão ao homem de 57 anos, encaminhado à 14ªSDP, para os procedimentos cabíveis.

02 – LESÃO CORPORAL E VIOLENCIA DOMESTICA.

Por volta das 23h20min do dia 25 de abril de 2020, na Rua Fortaleza, São Cristovão, onde a solicitante relatou ter sido agredida pelo seu convivente. Durante deslocamento a equipe foi informada via copom que o autor estaria a perseguindo a solicitante e proferindo ameaças e em posse de uma faca. Localizado ainda em via pública a mulher de 25 anos a qual apresentava lesões na face (testa) e na mão direita, que teria tido uma discussão com seu marido e que por este motivo teria danificado a residência, e em determinado momento passou agredi-la. Na residência abordado o homem de 39 anos o qual apresentava um corte na mão esquerda que segundo o mesmo teria ocorrido durante a briga do casal. Diante dos fatos o homem foi encaminhado até a 14ªSDP.

03 – DESOBEDIÊNCIA E RESISTÊNCIA.

No dia 26 de abr. 20, às 14h50min, uma equipe da Rádio Patrulha deslocou até a Rua Albano Teixeira, Bairro Industrial, para atender uma ocorrência de Ameaça. No local onde os solicitantes, uma senhora de 56 anos, e um homem de 40 anos, vizinhos, de uma mulher de 39 anos, e um homem de 36 anos, o qual estava de posse de uma foice e a mulher de posse de uma faca, estavam em frente sua residência, ameaçando os solicitantes de morte. Ao receberem voz de abordagem, evadiram-se para o pátio da residência, sendo alcançados pela equipe, resistindo a prisão com empurrões, e tapas, tendo que ser usado força física para prendê-los. Foram apreendidas as armas utilizadas na ameaça e conduzidos até o cartório do termo circunstanciado no 16º BPM para a confecção da documentação necessária. Durante a condução dos presos até a viatura, um grupo de pessoas, se aproximaram e desacataram todos os policiais, mas ao receber voz de abordagem, se evadiram, porém, foi imobilizada uma adolescente de 15 anos, a qual resistiu dando socos, chutes e tapas nos policiais. Diante do interesse de representação das vítimas, foram todos conduzidos ao cartório termo circunstanciado do 16º BPM. A adolescente foi conduzida com sua genitora, a qual acompanhou os procedimentos.

04 – DESACATO.

No dia 26 de abr. 2020, às 23h47min, uma equipe da Rádio Patrulha deslocou até a Rua Guaraniaçu, Industrial para atender uma situação de perturbação de sossego, onde várias pessoas estavam em frente a residência com som alto e algazarras. No local foi constatado que um veículo gol devidamente estacionado estava com som ligado, foi orientado o proprietário que se prontificou e desligou o som, sendo também orientado pelo menos 10 pessoas que estavam no local, as quais atenderam a solicitação da equipe. Quando a equipe estava se retirando do local saiu da residência uma senhora de 34 anos, que começou a questionar o trabalho da equipe policial. Por várias vezes os policiais presentes tentaram explicar que estavam ali para orientar devido a perturbação de sossego pois várias ligações denunciavam o incomodo. Quando uma Soldado tentou realizar tal orientação para a mulher, esta passou a desferir xingamentos com palavras de baixo calão. A mesma foi informada que teria que acompanhar a equipe pois tinha acabado de cometer o crime de desacato, momento que se negou a acompanhar a equipe e entrou na casa, a equipe adentrou a residência e tentou por inúmeras vezes a condução da mulher através de verbalização, mesmo ela persistindo nos xingamentos não só contra a soldado, mas a todos os policiais presentes. Após várias tentativas da equipe policial e também de familiares da mulher, para que esta se acalmasse, a mesma decidiu se dirigir até a viatura policial para ser conduzida, até o Cartório do Termo Circustanciado.

05 – ADQUIRIR, VENDER, FORNECER E OU PRODUZIR DROGAS.

No dia 26 de abr. 2020, às 23h00min, uma equipe Choque deslocou até a Rua Das Videiras, Bonsucesso, após receber informação que na referida residência estaria homiziado um foragido da PEG (penitenciaria estadual de Guarapuava), a equipe em patrulhamento pela via avistou um indivíduo em frente a residência, e ao perceber a aproximação da equipe correu para dentro da casa, sendo acompanhado, e no interior da residência, foi visualizado uma balança de precisão, uma faca, dinheiro, um caderno com anotações do comércio de entorpecentes, e aproximadamente 26,9 gramas de substância análoga cocaína, separadas em 10 buchas e 3 pedaços em sacolas amarelas abertas pronta para ser embaladas para comercialização. Não foi possível encontrar o indivíduo que correu, porém em seguida populares avisaram a equipe que o indivíduo estaria homiziado na residência em frente. A equipe adentrou a residência e obteve êxito na abordagem do indivíduo de 29 anos e uma mulher de 22 anos, que estava com uma bucha de substância análoga cocaína em seu bolso, esta que já possui passagem por tráfico de entorpecentes. Realizadas buscas na residência e localizado aproximadamente 148,9 gramas de substância análoga cocaína e dinheiro. Diante dos fatos encaminhados os abordados até a 14ª SDP para os procedimentos pertinentes.

OCORRÊNCIAS SEM ENCAMINHAMENTO:

01 – LESÃO CORPORAL / VIOLENCIA DOMESTICA.

Por volta das 02h31min do dia 26 de abril de 2020, na Rua dos Veterinários, Morro Alto, relata a solicitante que se desentendeu com seu amásio de 35 anos, e durante a desinteligência o mesmo disse que iria matá-la. A equipe acompanhou a solicitante até a residência, para a mesma retirar seus pertences pessoais, bem como os três filhos do casal, porém, não houve interesse na representação. A vítima foi orientada.

OCORRÊNCIAS EM OUTROS MUNICÍPIOS OU LOCALIDADES:

01- DISPARO DE ARMA DE FOGO EM PINHÃO

Por volta das 05 h50min, do dia 26 de abril de 2020, um Bombeiro Civil solicitou apoio a equipe para atendimento a uma situação de Lesão Corporal ocasionada por disparo de arma de fogo, na Rua Principal, Bairro Nossa Sra. Da Glória. No local um homem de 27 anos, estava ferido na região das costas e na cabeça. Realizado atendimento médico e constatado que a lesão foi superficial. A vítima foi indagada sobre o possível autor ou autores do fato, porém não soube repassar maiores informações. A vítima se encontrava em estado visível de embriaguez dificultando a obtenção de dados. O mesmo foi conduzido pela ambulância até o hospital Santa Cruz para atendimento médico.

02 – ROUBO EM PITANGA.

Por volta das 14h45min do dia 26 de abril de 2020, na Rua Arthur Mehl, relatou a solicitante de 55 anos, que seu cartão bolsa família foi roubado e que foi abordada pelo seu vizinho, que conduzia um veículo, e a persuadiu para adentrar do veículo, dizendo que a levaria ao trabalho, e a partir daí passou a ser ameaça-la para que fosse até a lotérica, e sacasse o benefício do bolsa família. A solicitante informou que não era o dia de receber, porém o homem forçou a vítima a verificar se tinha algum dinheiro disponível na conta, ficando o autor do lado de for da lotérica, enquanto a vítima tentava sacar, não obtendo êxito na ação tomou o cartão da vítima, com a senha. Diante dos fatos apresentados foi deslocado ao endereço do autor, e encontrado o mesmo, o qual a princípio negou os fatos, porém acabou confessando que levou a vítima até lotérica, mas que não pegou o cartão. A equipe fez buscas no local, porém não localizou o cartão. As partes foram encaminhadas até a delegacia, para procedimentos.

03 – ADQUIRIR, VENDER, FORNECER E OU PRODUZIR DROGAS EM PINHÃO.

No dia 26 abr. 2020, às 18h40min, equipe policial, realizava patrulhamento no Bairro Azaléia, quando visualizou um indivíduo em atitude suspeita, momento em que a viatura policial se aproximou, este arremessou um objeto em direção a um terreno vago, nos fundos de uma creche. Diante do fato, foi dada voz de abordagem, e durante as buscas nas proximidades, foi localizado uma certa quantia fracionada de substância análoga a maconha, pronta para venda com 27,7g. Identificado o adolescente de 16 anos, o qual relatou que estaria aguardando um amigo, que compraria a droga. O adolescente informou que teria mais drogas em sua residência, deslocado na Rua Anacleto Leopoldino de Abreu, e em contato com o pai do abordado, o qual autorizou as buscas, sendo localizado mais 149,6 g de substância análoga a maconha, e certa quantia em dinheiro. Diante dos fatos foram informados os seus direitos, e encaminhado o adolescente na companhia do pai até a delegacia da polícia civil, para os procedimentos cabíveis.

04 – LESÃO CORPORAL GRAVE/VIOLÊNCIA DOMÉSTICA EM PINHÃO.

No dia 26 de abr. 2020, às 20h50min, a equipe policial foi informada via 190, pelo atendente do Hospital Santa Cruz do Pinhão, que teria acabado de dar entrada para atendimento uma mulher e uma criança, ambas feridas por arma branca, relatando ainda que o estado da criança era gravíssimo, e que estariam tentando uma transferência para o município de Guarapuava. Deslocado até o hospital, e informado pela equipe médica que os feridos se tratavam de mãe e filho, e que a mãe estaria bastante ferida, porém lúcida para prestar algumas informações para equipe. Em conversa com a vítima de 21 anos, relatou que seu marido, após uma discussão motivada por ciúmes, veio a agredi-la com golpes de faca, e também agredir o seu filho de 4 anos. Indagada sobre o local dos fatos e o nome do autor, relatou que seria na localidade do Guarapuavinha, e que o autor seria um homem de 32 anos. O vizinho da vítima que prestou socorro a mãe e filho, relatou que estava em sua casa, quando a mãe chegou com a criança no colo, cheios de sangue, e pediu para salvar a vida deles, de imediato ele, colocou as vítimas no

carro e deslocou até o hospital, não sabendo o que teria ocorrido, apenas teria escutado gritos na residência. A vítima foi orientada e dado início as investigações sobre o caso.

SETOR DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – ALM

Comentários